Home Subscribe Twitter Parcerias TOC Entre na comunidade! Mande um email para nós!

Web Page Hit Counter

23 de out de 2008

Carta de uma mãe…

dia de limpar

Meu querido filho,

Já faz  tempo que eu queria falar uma coisa com você. Sei que você é um adolescente agora e que acha que sabe tudo sobre o mundo e o universo, por isso é muito difícil para mim tocar nesse assunto. Mas como sou eu quem lava sua roupa, desculpe-me mas preciso falar.

Talvez a culpa seja minha. Sei que talvez eu devesse ter passado mais tempo ajoelhada ao seu lado no chão frio do banheiro quando você era criança, ensinando a você como limpar sua bunda direito.

Não sei como você é capaz de entupir o vaso todos os dias com mais de um quilo de papel higiênico e ainda assim não ser capaz de limpar essa sua bunda. Vejo nas cuecas aquela marca ignóbil e só me resta suspirar e esfregar, pedindo a Deus que me leve rápido desta vida de sofrimento.

Pela misericórdia divina, será que é tão difícil assim limpar a bunda? Basta pegar o papel, dobrá-lo algumas vezes e esfregar no seu rabo. Esfregue e esfregue meu filho. Tenha pena de sua pobre mãe. Talvez você possa considerar a hipótese de tomar um banho após cagar, assim você lavaria a bunda com sabão e não mancharia tanto suas cuecas. Se você quiser eu posso comprar uma bucha, esponja ou escova para você.

Quando casei com seu pai ele tinha o mesmo problema. Só acabou depois que eu arrombei a porta do banheiro, entrei lá com um sabugo de milho nas mãos e ensinei aquele bêbado imprestável como limpar a bunda de uma vez por todas. Você gostaria que eu fizesse isso com você também? É só pedir que faço. Já separei os sabugos.

Com amor, mamãe.

velha P.S.: Para que você não ache que estou exagerndo, me fazendo de mártir ou dramatizando a situação, tirei uma foto sua ontem para provar minha opinião:

skidmark Tenha piedade de sua pobre mãe!

0 Sacaneadas:

Postar um comentário

Tá a fim de dar uma sacaneada na gente?
Vai em frente... pode falar o que quiser!

Só pedimos pra pegar leve nos xingamentos
=)
Abraços